• ROGÉRIO TORRES NUNES

Caro Patrocinador, meu evento é seu evento - Parte 3: Convença seu patrocinador com o discurso e “ti



Entenda que para diferentes patrocinadores e contatos a sua abordagem deve ser feita de uma maneira diferente. O que importa para uma pessoa, pode não ser relevante para outra. Por exemplo, um cliente em potencial responde positivamente à proposta comercial do seu evento, e quando vocês conversarem, certifique-se de mencionar os grandes tomadores de decisão que estarão em seu evento e da quantidade e qualificação dos participantes. Assim, quando você trabalha com a visão de marketing, é necessário que se demonstre dados concretos, tais como os resultados da última edição, diferenciação e perfil do público-alvo, enfim, tudo que agregue valor e oportunidades para seu patrocinador.

Os patrocinadores, obviamente, se preocupam muito com o investimento em patrocínio. Todo mundo tem metas para bater afim de atingir seus objetivos, então eduque-se, mostre às pessoas que seu evento é o evento certo para eles. Isso significa que você precisa conhecer o público-alvo do seu evento, seu comportamento (se eles compram), os resultados do ano passado, o alcance potencial, o tamanho do mercado e muito mais. Sério, faça sua pesquisa - você vai ter essas perguntas. Quer comprar uma casa sem olhar para o valor de mercado e tendo uma inspeção oficial? Não, é muito arriscado. Não torne arriscada para seus patrocinadores a decisão de investir em seu evento.

Finalmente, certifique-se de saber quando lançar o seu evento. A maioria das empresas tomam suas decisões de patrocínio no último trimestre do ano, dessa forma, adeque seu planejamento! Levam vários meses para obter aprovação em patrocínios, e assim sendo, inicie o processo de captação bem antes para que na tomada de decisão já esteja amadurecido o processo de negociação.

Fonte: Wethink


7 visualizações