• ROGÉRIO TORRES NUNES

Mágica ? Lumarca é uma escultura 3D fascinante feita de corda e luz



"Quando explicamos isso para as pessoas nós geramos um monte de dúvidas", diz Matt Parker a respeito da Lumarca, sua instalação volumétrica que exibe os gráficos 3D, e que vem sendo trabalhada por vários anos. O que deixa as pessoas curiosas não é quão brilhante ele se parece, mas como ele funciona. Lumarca é composta por pouco mais de um computador, um projetor, e algumas cordas. As imagens projetadas viram pedaços de corda pendurada em vigas deslumbrantes de luz, que podem criar objetos 3D que parecem estar suspensos ar. É este contraste entre a exibição de aparência futurista e a construção de baixa tecnologia que faz as pessoas ficarem maravilhadas. "Parte de mim, cada vez que construímos um, espera que ele não funcione desta vez", diz ele. "Por isso não me surpreendo quando outras pessoas não acreditam quando o vêem."

Lumarca não é o único projeto a experimentar corda e luz, que foi originalmente construído por um outro projeto chamado Wiremap. Criado por Albert Hwang, a Wiremap trabalhou quase da mesma maneira como Lumarca, usando um projetor para exibir gráficos em uma série de fios verticais e manipulando essas imagens para criar objetos 3D. As semelhanças não são acidentais: Parker estava tão inspirado pela Wiremap que decidiu criar sua própria versão de um projeto de tese na NYU. "Eu meio que retrabalhei a técnica de construção que ele tinha feito, visto que ele havia deixar uma extensa referência bibliográfica. Retrabalhamos a programação dele de forma mais robusta que nos permitiu empurrar o projeto muito mais longe" diz Parker.

Mesmo que ele tenha trabalhado em outros projetos diferentes ao longo do caminho, o desenvolvimento da Lumarca nunca parou. Ambos, Parker e Hwang, continuaram a construir instalações ao redor do mundo, como o SIGGRAPH Ásia em Yokohama, até o festival do Monitor Digital em Guadalajara. E ao longo dos anos, a dupla tem refinado continuamente sua técnica. Parker diz que cada vez que um novo Lumarca é construído há alguma nova otimização, seja uma melhoria no processo de construção, ou alguma mudança que deixe o software mais rápido. "Isso é algo que realmente proporciona ao projeto uma constante evolução."


Uma coisa que permanece a mesma através de cada iteração é a ênfase na mentalidade “Faça você mesmo”. Além do projetor e computador, os únicos outros materiais necessários estão prontamente disponíveis, e o mais importante, barato. Um passo-a-passo detalhado no site do projeto, explica que você pode construir sua própria Lumarca com menos de 100 dólares - tudo que precisa é de um fio ou barbante, uma estrutura de caixa, e um pouco de hardware. Os detalhes podem ser ajustados ou alterados, dependendo do tamanho da instalação que você deseja criar e, em setembro do ano passado a equipe conseguiu construir a maior Lumarca em uma versão de 15 metros de altura exibida na Monitor Digital no México.

Parker e Hwang tinham cerca de uma semana para colocar as coisas todas juntas, ao lado de uma equipe de seis ajudantes que foram treinados no processo de construção da Lumarca. O festival também forneceu um projetor, da mais alta resolução que a dupla já havia usado, um grande espaço de teatro, e alguns andaimes. "Foram 16 horas por dia trabalhando nos andaimes instáveis", diz Parker. Mas, apesar das longas horas e preocupações de segurança, o produto final ficou da maneira que a dupla imaginou.

"Fomos capazes de construir esta exibição gigante que foi muito, muito poderosa na escala que Albert e eu haviamos imaginado", diz Parker. "Toda vez que construimos um Lumarca há um ponto em que eu penso comigo: 'Por que eu faço isso?" E então, quando nós terminamos e ligamos eu sempre penso' Oh, é por isso que eu faço. "Este foi a mais extrema versão desse sentimento. "


Mesmo com a sua escala maciça, o Lumarca de 15 metros de altura consumiu apenas cerca de US$ 200 de fio. Usando esses materiais baratos e fáceis de encontrar, fica mais fácil para Parker para criar instalações dentro do orçamento, mas também ajuda a tornar mais acessível para quem quer construir seu próprio projeto. Para esse fim os dois estão trabalhando na criação e distribuição de um Kit “Faça você mesmo”, que eles esperam lançar no próximo ano. O truque é obter o conteúdo certo. "Estamos realmente nos esforçando para fazer algo que a pessoa média possa construir se estiver disposta a dedicar seu tempo nisto", explica Parker. O kit passou por uma série de revisões, mas ele acha que está finalmente perto de fazê-lo funcionar. "Nós não queremos apressá-lo até termos certeza de que ele está pronto."

Embora possa parecer uma instalação de arte, Parker vê Lumarca como uma plataforma. Ele não só encoraja as pessoas a construir o hardware, mas também o código, que é totalmente aberto (open source), de modo que qualquer pessoa pode criar seus próprios programas Lumarca." Eu realmente adoraria ver um jogo realmente importante para ele", diz ele. Até agora ele desenvolveu um punhado de jogos próprios, incluindo uma espécie de versão 3D Breakout controlada com uma webcam, mas ele não acha que qualquer coisa que ele criou até agora é chegam perto do que seria um grande jogo. A esperança é que vamos ver usos cada vez mais impressionantes visto que a tecnologia está na mão de todos.

"Eu acho que, quando você coloca um pedaço de tecnologia para o mundo e da às pessoas uma habilidade que eles não tinham antes, você dificilmente pode prever como eles a usarão e quão grandiosos serão os resultados", diz Parker.

Parker já está sonhando com a próxima grande instalação, com foco na resolução em oposição à escala. "Eu espero chegar ao ponto em que podemos conseguir algo como as linhas de um projetor de planetário", diz ele, "onde nós poderiamos, teoricamente, chegar a cerca de 10 a 20 vezes a resolução que nós temos. Eu acho que quando chegar a esse nível, poderemos começar a experimentar mais conteúdo holográfico com formas e representações de coisas muito detalhadas e discerníveis. "


Fonte: The Verge

#lumarca #arteeluz #projetoresférico #projetordeluz #wiremap

11 visualizações